Igreja da Asa Sul lança iniciativa para atender pessoas vulneráveis


Medidas incluem desde a doação de cestas básicas ao encaminhamento para políticas públicas

A Igreja Sagrado Coração de Jesus e Nossa Senhora das Mercês lança, no próximo domingo (2/5), o programa Coração Aberto. A iniciativa é viabilizada por meio de parcerias com órgãos públicos e empresas, que têm como foco o atendimento a pessoas em condições de vulnerabilidade social. Realizado há cerca de dois meses, o projeto atende, em média, 15 pessoas por dia e conta com cerca de 250 cadastros.

O projeto abrange desde ações emergenciais como a distribuição de cestas básicas, doação de roupas e, dependendo do caso, de dinheiro para a compra de passagens interestaduais, a atividades de qualificação profissional. Pároco da Igreja Sagrado Mercês, frei Rogério Soares explica que o Coração Aberto é mais uma frente de atuação da paróquia no universo das políticas públicas voltadas para a questão social, especialmente agravada no contexto da pandemia da covid-19.

Uma das preocupações foi criar uma estrutura capaz de acolher de forma humanizada as pessoas que têm batido às portas da paróquia. São disponibilizadas informações e orientações sobre os serviços prestados pela Igreja bem como pela rede de parceiros que inclui órgãos de assistência e desenvolvimento social, saúde, trabalho e renda, justiça e cidadania. Também integram a rede, organizações da sociedade civil como comunidades terapêuticas – acionadas em casos como nos quais se verifica a dependência química – além de asilos, casas de acolhimento e a própria igreja.

Conforme explica o frei, um dos objetivos no atendimento, feito de forma profissional, é orientar as pessoas para que possam discernir entre necessidade e vontade. “Nós priorizamos o atendimento das necessidades que podem ou não coincidir com a vontade manifestada por quem enfrenta dificuldades”, pontua, lembrando que essa lógica é inspirada na relação entre pais e filhos. “Ao educar seus filhos, pais responsáveis e conscientes não dão o que eles querem, mas o que precisam”, completa. Outro aspecto fundamental da iniciativa é o fato de valorizar a espiritualidade como forma de cada pessoa cuidar de si.

Ao defender a importância da iniciativa, frei Rogério lembra que a intenção é fazer “assistencialismo” mas incentivar as pessoas assistidas a encontrar meios para a subsistência sustentável. Um exemplo em andamento é o projeto Petas do Frei, que se destaca por gerar renda a pessoas em situação de vulnerabilidade social. Nesse caso, os participantes recebem formação com vistas ao empreendedorismo e acompanhamento individualizado. “Muitos sofrem por falta de informação de seus próprios direitos. Dessa forma, faremos também uma ponte entre os mais pobres e as políticas públicas”, completa.

Lançamento do programa Coração Aberto
Data: Dia 02 de maio
Local: Paróquia Sagrado Coração de Jesus e Nossa Senhora das Mercês, 615 Sul- Horário: 11h (após a celebração da santa missa)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *